terça-feira, 17 de março de 2009

Bloc Party, Signs (Armand Van Helden remix)


A banda inglesa Bloc Party agora está apostando nas pistas de dança. Será lançado em maio a versão remix do último álbum da banda, Intimacy de 2008. A música com beats e batidas reformuladas escolhida como o primeiro single foi Signs num remix de Armand Van Helden. Trata-se de um trabalho bem diferente do que a banda vêm executando nos três discos anteriores, mas não deixa de ser empolgante. O clipe com tonalidade meio sephia e com temática totalmente sexual também é muitíssimo bem produzido e retrata seres híbridos da mistura de humanos com equipamentos de som. A fusão entre seres e música num ato de acasalamento corporal e mental. Pessoas e bichos com cabeças de alto-falantes, globos de disco, coluna vertebral de led e olhos de ajustes de volume são alguns das criaturas elaboradas pelo diretor Hiro Murai. A direção de arte, a produção de objetos e a maquiagem em alguns poucos personagens (já que a grande maioria são efeitos gráficos) merecem destaque absoluto. A concepção se assemelha muito á arte atual do programa TVZ no Multishow em uma versão bem mais pop. O vídeo no Youtube está caracterizado como impróprio para menores de idade, devido ás cenas de conotação de sexo e á vagina de uma das 'mutantes' que canta os versos de Signs. A fotografia é obscura e os enquadramentos registram pequenos detalhes com texturas asquerosas. Como um bom clipe de música eletrônica, a edição ritimada permite que as batidas transcendam o áudio. O Bloc Party faz um ótimo debut nessa nova cena musical e, sinceramente, espero que perdure.



4 comentários:

barbara disse...

Adorei esse vídeo... muito bom mesmo!

Gabriela disse...

Tiveram a manha! Eu fiquei com mto nojo desses bichos! hahaha
Achei o conceito mais legal q o clipe... De toda forma, mto bom!

Ana Lú disse...

Genteee... que viagem cabulosa!
me deu mta aflição esses trem mas a idéia eh no mínimo inusitada! gostei tbm!

Double G disse...

Ei, muito massa!!!

Postar um comentário