terça-feira, 3 de março de 2009

A.R Rahman, Jai Ho


Fiz questão de assistir o filme antes de comentar o clipe de Jai Ho da trilha sonora de "Quem Quer Ser Um Milhonário?". Saí do cinema com as melhores sensações possíveis, com o alívio de que a visão errônea de Índia vira produto consumido só no Brasil. A obra dá um banho em qualquer novelinha das oito por ai. A canção do artista indiano A.R. Rahman sela um dos momentos mais bonitos da hi
stória. As imagens, que também servem de encerramento do filme, foram aproveitadas pelo diretor Danny Boyle na versão de videoclipe. O que me frustra é saber que algumas pessoas não compreenderam o que foi ali representado. Ouvi comentários de deboche e risadas dos passos de dança feitos pelo elenco. O que os engraçadinhos no cinema não sabiam é que estavam achando graça de uma das mais tocantes sequências na telona. Durante todo o roteiro hollywoodiano ficou para o final a grande homenagem á Bollywood, a mega indústria cinematográfica indiana. Os filmes bollywoodianos são em sua grande maioria musicais repletos de danças com coreografias bem simples. É basicamente assim durante todo Jai Ho, uma multidão seguindo os passos dos protagonistas Jamal e Latika. Tudo certo se não fosse a bela idéia das Pussycat Dolls que, pouco oportunistas que são, irão gravar uma versão da música em inglês com direito a clipe. Preparem-se para a versão gringa e (mais) cafona de Caminho das Índias.




Um comentário:

Greg disse...

Juro que quero ver a versão das Pussy. No mínimo engraçado deve ser.

O filme é really bom.
Mesmo que alguns cults de cu queiram dizer o contrário.

Comenta a trilha da MIA também, bem melhor.

Postar um comentário