quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Chairlift, Evident Utensil


Mais um feito incrível do diretor Ray Tintori. O mesmo que já apareceu por aqui com o Spaceman dos Killers, é responsável pelo primeiro videoclipe com erros propositais de compressão de pixels. O problema é bem comum no Youtube quando ocorre falhas na hospedagem e facilmente será reconhecido pelos adoradores de videos online. O que seria algo inaceitável torna-se atração principal no vídeo da música Evident Utensil da banda de po
p eletrônico Chairlift. Os integrantes Aaron Pfenning, Caroline Polachek e Patrick Wimberly são distorcidos no decorrer das cenas e o resultado é impressionante. Grande parte dos mértios são dos editores e finalizadores que podem ser também chamados de artistas perante as belas imagens abstratas que são formadas a todo momento diante dos nossos olhos. A produção nem é impecável, o que valoriza mesmo o trabalho de Tintori é a criatividade e originalidade. A cargo de curiosidade, a banda foi trilha do comercial do Ipod Nano com a música Bruises (Para ver, clique aqui). O estilo nonsence, o apego visual e o perfil ousado de Ray Tintori prometem colocá-lo na nova geração de talentos na direção de clipes.



Um comentário:

Gabriela disse...

Achei esse clipe meio estranho... Bem feito, mas mto pseudo-revolucionária essa proposta d compreensão d pixels! Sei lá... Não ficou bonito..

Postar um comentário