quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Tosquice is the new black?


M.I.A., XXXO
/\/\ /\ Y /\ (2010)
Diretor: Hype Williams


A maioria das pessoas está hypando exageradamente o novo clipe de M.I.A., XXXO, dizendo que é “genial”, e coisas do tipo. Os que não estão, possivelmente não entenderam a óbvia proposta de tosquice proposital do vídeo. Eu não faço parte de nenhum desses grupos. Só achei OK.
O diretor é Hype Williams (trocadilho não proposital na primeira frase), que se utilizou do conceito visual do álbum /\/\ /\ Y /\, do qual a música faz parte, inspirados na parte tosca da internet, como aqueles scraps animados de Orkut, ou apresentações de Power Point horrendas que aquele amigo que usa hotmail (ou pior: bol) insiste em mandar pra toda sua lista de contatos. Este conceito, aliás, não é original, e creio ter sido claramente inspirado no site promocional do filme Requiem for a Dream.
A utilização da mistura de live-action com animações é algo bastante recorrente no mundo dos vídeo-clipes. Para citar só alguns exemplos: La Roux, Bulletproof; Chris Brown ft.T-Pain, Freeze; Uffie, Pop The Glock; Ladyhawke, My Delirium. Igualmente o uso da estética tosca/vintage, como: Snoop Dogg, Sensual Seduction; Justice, DVNO.
Enfim, será que misturar tais idéias é motivo suficiente pra tanto alarde?


9 comentários:

Igor disse...

Desses que vc falou não tem nenhum com a estética ou conceito realmente parecido com o clipe da M.I.A.. Claro que eles utilizam a mistura de live-action com animação, mas isso existe desde os desenhos antigos da Disney. O que chega mais perto dessa estética é o site do Requiem 4 a Dream, mas aí é um site que brinca com a estética de outros sites, não é um video clipe.

Mr. Mercúrio disse...

Iii, Édipo. Não notei muitas semelhanças entre os seus exemplos e a estética no clipe. Enfim, tem "genial" e "geniais". Até um pum pode ser fantástico, dependendo da hora e do local.
E eu gostei do peidinho da M.I.A. rs.

Gui disse...

Desses que vc falou não tem nenhum com a estética ou conceito realmente parecido com o clipe da M.I.A.. [2]

adorei esse mistura trash com gifs toscos da internet

oconrado.bh@terra.com.br disse...

CURTO ESSE ESQUEMA BAGACEIRA CONCIENTE!

Kae disse...

Eu curti bastante pelo simples fatos de ter varias coisas para prestar atenção.

Jader Maia disse...

Que orgulho desse Édipo!
Tirou todas as palavras de minha boca nessa resenha.
Acho que não ser hype é bem hype!

Édipo Barreto disse...

Os vídeos postados não se parecem com o XXXO, e sim são exemplos do uso de animação + live-action.
Então se "uso de animação" não é tão original assim, e conceito visual "tosquinho/vintage" também não é, será que misturar os dois é motivo pra tanto?

Grégory Lago disse...

Mto bom caraa....de fato o clipe não traz nada de novo...alias é bem batidinho... e devo acrescentar, a musica é tão ruim qnto !

Não tenho nome disse...

Eu acho que o clipe não é necessariamente inovador, mas nem por isso deixa de ser muito bom

O casamento entre a estética tosca da M.I.A. e a ostentação de Hype Williams deram imagens muito bem trabalhadas e de encher os olhos a cada cena.

e, de quebra, essa ainda é uma das melhores músicas da cantora

Postar um comentário