quarta-feira, 29 de julho de 2009

Nada promíscua


Esqueçam a companhia dos batidões e de Timbaland nessa nova fase da cantora luso-canadense Nelly Furtado. Apesar de ter convidado Little-X, o mesmo diretor de Promiscuous, em Manos Al Aire a musa aparece bem mais low profile do que nos vídeos anteriores responsáveis por deixá-la no topo de todas as paradas em 2007. No lugar das boates, entra uma sala cenográfica de terapia de casais. Ao invés de roupas curtas e decotadas, Nelly semi-fardada pilotando um jipe do exército. Tecnicamente o clipe é ok. Boa fotografia baseada em tons pastéis, boas locações, interpretação adequada, um roteiro sem surpresas mas a sequência do estúdio vermelho seria facilmente retirada sem nenhum prejuízo ao todo. Ah, além de boa moça, Nelly Furtado agora também é co-diretora e fez sua estréia nesse primeiro do novo disco, Mi Plan, marcado sair no dia 29 de setembro.

Obrigado Bequitam!


8 comentários:

drano disse...

Nelly nunca erra né? Meio junção do estilo dela do segundo disco com o terceiro. A música por si só tá ótima! Gostei do visual de guerra e a parte da parede vermelha não era necessária mas até que foi pequena.

Jader Maia disse...

Eu ainda preferiria ela com os batidão. Mas parece que ela cansou dessa vida, Adriano.

Bruno disse...

Linda ela! Mas realmente a cena da parede vermelha era dispensável!

Sarah disse...

Soh a Nelly para fazer essas musicas diferentonas que sao dançantes mas dah pra ouvir em casa. Ela brigando com o namorado e cantando hahahahaha!!!

José Eduardo Brum disse...

Gostei demais da conta. De um jeito triste, mas q dá pra dançar. Como sempre a Nelly tem o que dizer. Seu jeito é muito unico de se expressar me encanta. Qto a cena da parede vermelha, não me incomoda. É uma quebra para que nao fiquemos só num clima pesado de guerra ou discussão. É para contrabalancear.

jader-maia disse...

Obrigado pelos comentários, Bruno, Sarah e José. Sejam bem-vindos e voltem sempre ao blog.

E é assim mesmo. Montei isso aqui para não só falar o que penso, mas para ler o que cada um acha. E com parede vermelha ou sem parede, o mais legal é poder ver a opinião de cada um pra enriquecer esse espaço. No mais, o Pixelóide estará sempre ai.

Beca disse...

eu gosto da nelly, mas conheço tão pouco. Gostei do produto novo dela.

Adoro ainda mais o fato dela ser canadense, pais portugueses e cantar em espanhol ou português.

Nildo disse...

gostei da música, até pq se parece mais com a nelly do whoa e folklore, q gosto mais. o clipe é sem sal.

Postar um comentário