terça-feira, 30 de junho de 2009

Cobra Starship feat. Leighton Meester, Good Girls Go Bad


Toda atenção do clipe Good Girls Go Bad não se deve ao talento da banda Cobra Starship, nem muito menos a orginilidade da produção do vídeo. O que está deixando os adolescentes americanos - e do mundo inteiro - insanos é a estréia da queridinha do momento, Leighton Meester, mais conhecida como Blair Waldorf de Gossip Girl como cantora. Os integrantes do grupo, só não contavam que, possivelmente após gravação do clipe e do dueto, a moça se envolvesse em mais um escandâlo de sextape, tão comum no universo pop. Marketing negativo que, no fundo, no fundo
, só vai ajudar a situação montada. O vídeo (clipe, claro) não merece nenhum comentário a mais. Afinal, esse só é o milhonésimo feito em boate com figurantes mandando torpedos via celulares, pegação, dança e blá blá blá. O single Good Girls Go Bad é o primeiro do disco Hot Mess, terceiro do Cobra Starship e deve bombar por ai naquelas boates hypes, tão profundas quanto um pires.

Dica do Adriano e do GG. Valeu!


6 comentários:

drano disse...

Custava ter escrito um enredo pro clipe ao invés de atirar cenas random de festa/celular Gossip Girl/dança?

O clipe é ruim mas a música é ÓTEMA.

Ana Lú disse...

Ai gente... clipe e música bleh neh... mas ela eh linda e igual a Emília da novela das 7!!

Rebeca disse...

hahaha adorei a crítica.

a música é boa pra dançar.

Rebeca disse...

hahaha adorei a crítica.

a música é boa pra dançar.

Rebeca disse...

hahaha adorei a crítica.

a música é boa pra dançar.

Double G disse...

Jaaader, que duro! Haha!
Confesso que esperava mais do video, mas também não achei tão sem méritos assim. Consigo elogiar as performances espontâneas da banda, que passam a sensação de estarem super à vontade no ambiente. A atuação da Leighton Meester, que está perfeita, como sempre, desempenhando muuuito bem os dois papéis interpretados no clipe. E a surpresa original do final: Leighton como policial lésbica...hahaha! Que tudo!
Fora que eu adoro a música. Dá vontade de berrar.

Postar um comentário