domingo, 15 de fevereiro de 2009

Sara Bareilles, Gravity


Sara Bareilles lançou seu segundo disco, Little Voice, em 2007 mas, só no ano seguinte veio o reconhecimento do grande público graças ao single Love Song. A responsabilidade de manter o sucesso e não se tornar uma cantora "one hit only" é da calma Gravity cuja versão em clipe foi dirigida por Mathew Cullen. O diretor foi bastante comentado em 2008 por ser responsável pelo vídeo Pork And Beans do Weezer. No vídeo da banda, Cullen reuniu todos
os maiores ícones que ganharam notoriedade graças ao Youtube. Mais subjetiva, Sara faz a boa aposta em um clipe rodado em um único take. Não há cortes em Gravity o que significa que depois de vários ensaios, a gravação é feita de uma vez só. O recurso valoriza produção e direção já que a finalização se resume a leves tratamentos de imagens e iluminação. A fotografia é um grande fator complicador já que Bareilles se movimenta enquanto canta, e a luz na artista deve ser estudada a cada passo no grande cenário. Os planetas infláveis, bicicletas, jatos de água, lanternas, guarda-chuvas e os figurantes foram o bastante para que Sara estivesse caminhando por um belo 'universo urbano' sem perder a gravidade.

Dica da Gaby! Valew!





3 comentários:

gabi.terra disse...

Ahh Jader!!
Que lindo! Um post em minha homenagem! hahaha
Vídeos sem corte sempre me chamam a atenção, principalmente qdo é um clipe d alguém q eu adoro! O q tem d melhor é a temática "gravity" q o diretor usou em todo o clipe!

Thiago Muniz. disse...

seguindo meu critério não teria chegado ao quadradinho azul.

Gosto muito de vídeos de um take só, dão muito trabalho, são legais, mas esse eu achei bobo. Bonitinho, porém bobo.

Quanto ao Pork and Beans, obra prima do diretor! Adoro.

Greg disse...

Dormi antes dos 50 segundos. Zzzz...

Postar um comentário